segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Parabéns ao Miguel Oliveira que venceu o Mundial de Motociclisno, na Austrália

O jovem e sorridente Miguel Oliveira Erguendo o merecido Troféu. Fonte da imagem: http://www.record.pt
«Fez-se história em português uma vez mais no Mundial de motociclismo. Depois de já ter sido, há dois anos, o primeiro português a vencer uma prova de Moto3, Miguel Oliveira conseguiu repetir a gracinha agora na categoria intermédia, ao levar a sua KTM ao lugar mais alto do pódio no Grande Prémio da Austrália.»
  ( http://www.record.pt/)

  I Nota pessoal:

Poderão pensar, os que estas linhas lerem, que eu sou uma "apaixonada " pelo motociclismo.
Nada de  mais errado. Acho um desporto tão perigoso que me "arrepia".
O que me leva a colocar aqui  neste espaço esta notícia, é que se trata de um feito difícil e  arriscado e que requereu muita preparação e muita perseverança. Daí, valorizá-lo  e reconhecer-lhe o mérito.
Sobretudo porque se trata de um jovem português, de apenas 20 anos, meu concidadão, a representar Portugal, meu querido país.
Muitos Parabéns, Miguel!
Creia que a sua vitória me deu muita alegria.
Vá em frente.Persiga os seus sonhos. Realize-se.
Como mulher de fé em Deus, desejo que Ele sempre o proteja e guarde.
O meu abraço.

II nota Pessoal:

Publiquei a I nota pessoal, neste espaço, no dia 1 de Junho de 2015, quando o motociclista venceu o Grande Prémio de Itália. 

Hoje, passados dois anos, confirmo e repito,o que escrevi em 2015
Tal  Qual!

domingo, 22 de outubro de 2017

Porque hoje é Domingo (462)


O Reino de Deus abrange toda a terra

«Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós.
Para que se conheça na terra o seu caminho, e entre todas as nações a tua salvação.
Louvem-te a ti, ó Deus, os povos; louvem-te os povos todos.
Alegrem-se e regozijem-se as nações, pois julgarás os povos com com equidade, e governarás as nações sobre a terra.
Louvem-te a ti, ó Deus, os povos;  louvem-te os povos todos.
Então a terra dará o seu fruto; e Deus, o nosso Deus nos abençoará.
Deus nos abençoará, e todas as extremidades da terra o  temerão..»
 (Salmo 67)

sábado, 21 de outubro de 2017

Lembrando Zeca Afonso

A bela romã - Foto minha.  

"Ó FINAS AREIAS
Ó CLARA MANHÃ
Ó RUBRAS PAPOILAS
DA COR DA ROMÃ".

(Zeca Afonso - Excerto de uma canção)

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Para este tempo triste, um poema do pastor Joaquim Emanuel Martins Pinto


Para Ti, Senhor

Majestoso Senhor, Omnipotente,
Em teu amor desejo eu viver.
A paz que tenho,
acho-a em Ti somente!
É em Ti
que encontra  minh´alma carente
Todo o poder, a força p´ra  vencer!

De teu cuidado sempre rodeado,
Passo a passo, caminho junto a Ti .
No meu futuro,
em tuas mãos guardado,
Vislumbro o mesmo amor
que tem marcado
Os dias que, Contigo, já vivi!

Que Teu amor inspire minha vida!
Quero viver para esse amor cantar!
Aquela cruz no Gólgota erguida,
Saiba indicar-me a senda
a ser seguida,
Qual náufrago  perdido em alto mar.

Quando chegado ao fim 
desta jornada,
E perante Teu trono me encontrar,
Que alegria na face renovada!
Desprovido da mágoa já passada,
Poder, eternamente, Te adorar!

(Pastor Joaquim Emanuel Martins Pinto)
Na Mensagem Baptista - da A.I.B.P. 

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

A minha sentida homenagem ao Pinhal do Rei - ou - Pinhal de Leiria


 Pinhal de Leiria. Foto tirada na zona de Vieira de Leiria pelo fotógrafo - Carlos Pedrosa
       
Hoje, Manuel Alegre, publicou no Diário de Notícias o seguinte: 

«Sete séculos depois ardeu o pinhal de D. Dinis, o das "naus a haver", morreu o verde pinho do rei poeta. Dá vontade de chorar e não consigo ficar calado. »

Quanto a mim, cresci embrenhada no meio da caruma e das pinhas do pinhal de Leiria.

Apanhei, e saboreei, muitas camarinhas - um pequeno fruto branco agridoce que crescia nos pinhais,  junto ao mar.

Vivi perto do pinhal de Leiria, desde os sete aos 19 anos, e nunca houve qualquer fogo.
O pinhal nunca ardeu.

Agora, foi com muita tristeza  e uma enorme dor...como o Manuel Alegre, com vontade de chorar e não me calar, que  soube que oitenta por cento deste precioso pinhal foi devorado pelo fogo.

Nestes últimos dias, muitas têm sido as pessoas que vêm a este blogue, ler o poema "O Pinhal do Rei", que aqui publiquei  no dia 18 de Dezembro de 2014, como a minha sentida homenagem ao Pinhal de Leiria e ao grande e saudoso poeta leiriense - Afonso Lopes Vieira.
 
 Ofereço-o aos amigos que por aqui passarem.

Ei-lo:


PINHAL DO REI

Catedral verde e sussurrante, aonde
a luz se ameiga e se esconde
e onde ecoando a cantar
se alonga e se prolonga a longa voz do mar,
ditoso o Lavrador que a seu contento
por suas mãos semeou este jardim;

ditoso o Poeta que lançou ao vento
esta canção sem fim...

Ai flores, ai flores do Pinhal louvado,
que vedes no mar?
Ai flores, ai flores do Pinhal louvado,
são as caravelas, teu corpo cortado,
é lo verde pino no mar a boiar,

Pinhal de heróicas árvores tão belas
foi teu corpo e da tua alma também
que nasceram as nossas caravelas
ansiosas de todo o Além;
foste tu  que lhes deste a tua carne em flor
e sobre os mares andaste  navegando,
rodeando a Terra e olhando os novos  astros,
oh gótico Pinhal navegando,
em naus erguida levando
tua alma em flor na ponta  alta dos mastros!...

Ai flores, ai flores do Pinhal florido,
que vedes no mar?
Ai flores, ai flores do Pinhal  florido,
que grande saudade, que longo gemido
ondeia nos ramos, suspira no ar.

(Afonso Lopes Vieira)

terça-feira, 17 de outubro de 2017

O Milagre da chuva que caiu do céu e apagou todos os fogos em Portugal

A preciosa chuva bateu nos vidros da minha janela. (Foto minha.)
Creio poder dizer, que ontem, todos os portugueses andavam com o coração apertadinho.
Os incêndios tomavam conta de uma boa parte do país.
Através da televisão, ouvi, que  estiveram  em actividade mais de quinhentos incêndios, que roubaram a vida a trinta e sete pessoas. Uma enorme tragédia que deixou os nossos corações a sangrar.

Pois bem, durante o dia de ontem, o céu foi ficando cada vez mais escuro - que bom! Eu, que gosto tanto do céu azul de anil de Mira-Sintra, alegrei-me imenso a vê-lo a escurecer mais e mais.
Orei ao Senhor várias vezes ao dia, pedindo que, por favor, nos mandasse chuva.
Sei que como eu, havia muitos mais portugueses a fazê-lo, por esse país fora.

Pois bem, ao anoitecer,   tive a grande alegria de ouvir as primeiras gotas a bater suavemente no vidro da janela. Abri-a,  e debrucei-me - moro num terceiro andar com vista para a Serra de Sintra - e, deliciada, deixei-me molhar por aquela "águínha" tão abençoada.
Continuou a chover, e quando fui dormir, olhando a rua lá em baixo, já havia poças de água, o que me alegrou imenso.

Quando  me levantei, de manhã cedo, as noticias  sobre os incêndios eram bem diferentes...Informaram que a chuva que caiu, apagou todos os fogos, havendo por aqui e por ali, pequenos restos de fumo.

Ah! como a manhã era diferente da anterior! Que bênção! Que alivio!

Sorrio, ao pensar, que Deus, vendo a nossa aflição, abriu as torneiras do céu e livrou-nos do fogo.

Vou ainda reflectir sobre isto e dialogar com o meu Deus sobre a bênção e a dádiva desta preciosa chuva.

Faço um desafio aos amigos que por aqui passarem:

Juntem-se a mim  numa oração de gratidão.

Juntem-se a mim também numa prece sentida, para que Deus ajude, console e dê forças, aos familiares das vitimas mortais, bem assim como, aos  nossos  concidadãos que estão a sofrer tanto, por terem perdido as suas casas, as suas terras, os seus animais e as suas empresas.
Que o Senhor, deles tenha compaixão.
E se os pudermos ajudar...vamos a isso.

Uma nota:

Está novamente a começar a chover!

"Venha ela! Que Deus a mande"

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

CLAMEMOS JUNTOS A DEUS, POR PORTUGAL QUE ARDE


"A TI SENHOR, EU CLAMO;
A TI  MEU DEUS PEÇO COMPAIXÃO"

domingo, 15 de outubro de 2017

Porque hoje é Domingo (461)


Regozijem-se no Senhor os que são justos:
louvem-no os rectos de coração.
Louvem o Senhor ao som da harpa;
cantem -lhe salmos com harpa de dez cordas.
Cantem-lhe um cântico novo;
toquem com arte e aclamem-no!
As palavras do Senhor são rectas;
as suas obras mostram a sua fidelidade.
O Senhor quer sempre a rectidão e a justiça;
o seu amor enche a terra inteira!
O céu e todos os seus astros
foram criados pela palavra do Senhor,
pela palavra da sua boca.
Ele juntou num só lugar s águas dos mares
e armazenou nas profundezas dos oceanos.

Que toda a Terra respeite o Senhor:
tremam diante dele todos os habitantes do mundo.
Porque ele falou e assim aconteceu:
ele ordenou e assim ficou estabelecido....

...Nós pomos a nossa confiança no Senhor;
é ele quem nos ajuda e protege!
Ele é toda a nossa alegria;
confiamos plenamente no Deus santo.
Que o teu amor, Senhor, nos acompanhe,
pois pusemos em ti a nossa confiança!

(Salmo 33:1 a7, 20 a 22)
Na Bíblia para Todos

sábado, 14 de outubro de 2017

Aconteceu faz hoje 111 anos

A Naturalista Edith Holden. 

14 de Outubro de 1906

Sol e frio, depois de uma semana de tempo húnido e chuvoso. Caminhei até Caterine de Barnes em busca de algumas bagas de  sanguinho porque sabia que abundavam  nas  sebes por lá há.

           
Bagas de Sanguinho das sebes . Fonte da imagem: https://pt.wikipedia.org. 

Ao longo de todo o caminho viam-se muitos frutos de rosa - de - cão, sobretudo num campo que estava repleto de tojos e silvados.

                     
Fruto de Rosa- de - cão.

Dei pela presença de muitos verdelhões que comiam bagas

Verdelhão. Fonte da imagem: http://blogdosbichos.blogs.sapo.pt/

Algumas moitas de tojo estavam em flor; junto dessas flores sobressaíam os frutos de rosa - de - cão e as amoras, rodeadas de folhas amarelas e vermelhas.

 As belas amoras.
Também vi algumas campaínhas e cardos - do - pântano em flor e várias mçãs bravas  no cimo de uma árvore, mas não consegui chegar-lhes.

 
http://www.florestar.net/macieira-brava

Os jardins das casas estão agora muito bonitos com os crisântemos, as dálias e as margaridas, e as paredes das casas estão cobertas de grandes manchas carmesins onde a videira virgem mudou de cor.


 A bela dália - Fonte da imagem: https://www.google.pt/
(Edith Holden - no livro - A Alegria de Viver com a Natureza)
                        

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

ENTREGA TUDO AO SENHOR

Nuvens escuras sobre Mira-Sintra. Foto minha.
ENTREGA TUDO AO SENHOR

...Á mercê dos acontecimentos, das contingências da vida, daquilo a que muitos chamam sorte, precisamos mesmo da ajuda divina...

...Entrega tudo ao Senhor, pedindo-lhe que te  oriente, que te proteja, quando a vida parece querer vencer-te, quando não encontras protecção em parte nenhuma nem em ninguém, quando parecer estares inteiramente à mercê de inimigos. Não hesites. Procura- O, com fé. Ele é  Bom e  Todo - Poderoso....

...O Senhor é o nosso melhor amigo. É aquele com quem podemos abrir-nos inteiramente, com quem podemos contactar  intimamente, a quem podemos confessar todas as coisas em busca de perdão e orientação.

«Entrega o teu caminho ao  Senhor » Todo Poderoso.

(Pastor Dr, João António Marques - no livro - Olhai para os Lírios do Campo)

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Um pensamento de Livingstone


Uma linda rosa  do meu jardim.
UM PENSAMENTO DE LIVINGSTONE

"DEUS TEVE APENAS UM FILHO E FEZ DELE UM MISSIONÁRIO E MÉDICO.
SOU, OU DESEJO SER, UMA POBRE IMITAÇÃO DO MEU SENHOR".

David Livingstone

David Livingstone (1813-1873) foi um missionário e explorador escocês, que introduziu o cristianismo moderno na África e abriu os olhos da Europa para o continente africano.
(https://www.ebiografia.com/)

terça-feira, 10 de outubro de 2017

A portuguesa Joana Schenker é Campeã Mundial de Bodyboard

Joana Schenker - primeira portuguesa Campeã  Mundial de Bodyboard -Fonte da imagem: http://www.sulinformacao.pt

«A portuguesa, Joana Schenker  sagrou-se, este Domingo, campeã mundial de bodyboard, apesar de ter sido eliminada nos quartos de final do Nazaré Pro,  sétima e pnúltima etapa do  circuito  mundial.


Na Praia do Norte, na Nazaré, Joana Schenker caiu nos quartos de final, mas mesmo assim conseguiu festejar em casa o título mundial.

Sete dias depois de ter completado 30 anos, Joana Schenker tornou-se na primeira portuguesa a sagrar-se campeã do circuito profissional mundial,  depois de  já, este ano, ter vencido o circuito europeu pela quarta vez.

"Não tenho palavras para descrever este momento. Ainda não caí em mim. É incrível", disse Joana Schenker, em declarações à assessoria de imprensa da Câmara Municipal da Nazaré.»

 ( https://www.jn.pt/)

Nota pessoal:

  Não posso deixar de me alegrar, e sorrir,  com esta importante vitória da Joana Schenker como Campeã Mundial de Bodyboard.

Para ela os meus calorosos PARABÉNS!
E, OBRIGADA!

PORTUGAL MERECE QUE LHE DEMOS O MELHOR!

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Uma quadra inédita de Agostinho da Silva

O Filósofo e Escritor português - Agostinho da Silva

«E NÃO ME CHAMEM DE MESTRE
SOU APENAS APRENDIZ
DAQUILO QUE ME É O MUNDO
E DO QUE SENDO ME DIZ.»

(Agostinho da Silva -  no livro - Quadras Inéditas)

domingo, 8 de outubro de 2017

Porque hoje é Domingo (460)

Um santo homem de Deus - Moisés Valador -  que já descansa no  céu - lendo a Palavra do Senhor na sua Casa.  
A VOCAÇÃO DE LEVI
 
Jesus foi de novo para a margem do  lago da Galileia. O povo foi lá procurá-lo e ele pôs-se a ensinar. De caminho viu Levi, filho de Alfeu, sentado no posto de cobrança  de impostos e disse-lhe: «Segue-me!». Levi levantou-se e foi com ele. Mais tarde, em casa de Levi, Jesus e os seus discípulos sentaram-se à mesa com cobradores de impostos e outra gente pecadora, que eram muitos e acompanhavam Jesus. Ms alguns doutores da lei, do grupo dos fariseus, ao verem que ele comia com aquela gente e com cobradores de impostos,  perguntaram aos seus discípulos:  «Como pode ele comer com pecadores e cobradores de impostos?» Jesus ao ouvir aquilo respondeu-lhes: Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Ora eu não vim chamar os justos, mas os pecadores.»  
 
(Ev. de S. Marcos 2: 13 a 17)
Na Bíblia para Todos


sábado, 7 de outubro de 2017

Já lá vão dez anos!

10   Anos!
de lirios
.
O meu  lírio preferido fotografado por mim aqui em Mira-Sintra.



É o mesmo da imagem acima, onde pode ver-se também  o tom do céu ao sol-pôr em Mira-Sintra. 

Aos amigos: 
Completando-se amanhã, dia oito de Outubro, dez anos sobre a criação deste blogue, quero, com emoção, e um profundo sentimento de gratidão, dizer-vos:
OBRIGADA!
Por me acompanharem, por estarem comigo.
Deram-me força e vontade de  chegar até aqui.
Agradeço a todos,  aos que "chegam" dos Estados Unidos da América, do Reino Unido, do Brasil, da Suécia, do Canadá, da Rússia, de Angola, de Moçambique, e, como não poderia deixar de ser, Portugal. 

Ao cabo destes 10 anos, perante o meu Deus e Senhor, eu afirmo solenemente:

EBENEZER!
Ou seja: 

"ATÉ AQUI ME AJUDOU O SENHOR" 

A Ele, toda a glória, todo o louvor e toda a adoração. 
Andarei por aqui , enquanto Ele me mostrar que devo andar. 

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Testemunhando de Cristo com a própria vida

Que sejamos "candeias"  acesas,  fazendo brilhar a luz de Cristo -Foto minha ~tirada num campo do Sabugo - Sintra.

«O crente (cristão)  torna-se  geralmente conhecido pelo que dele se ouve ou pelo que faz.

Quando Cristo  ordena aos seus discípulos :

"Assim resplandeça a vossa   luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus" (Mat.5:16), fê-lo justamente para  insinuar que os olhos  podem testemunhar os nossos feitos, dando-se  ensejo à glorificação do nome do Pai, desde que realmente, essas obras tenham um cunho distintivo, isto é, sejam boas.

É que  os homens precisam  mesmo  ver o que fazemos para que assim possam melhor ouvir o que dizemos.

 A pregação pela vida ou pelo testemunho tem ou deve ter antecipação à pregação da palavra.

Quando apenas pregamos,  mesmo através da mais clássica linguagem, e não testemunhamos, mesmo  nos mais comezinhoa atos  da nossa vida, toda a eloquência da nossa pregação, teve a virtude precária  de uma bolha  de sabão que se desfaz ao menor sopro ou bafejo de uma brisa...»

(Rosalino da Costa Lima - no livro - OUTRORA E AGORA)

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

E pronto! Tão rápido se foram os figos!


Tão linda a minha figueira - carregadinha de figos!
Ah! mas  quanto eu gosto de figos!

Espero o ano inteiro pelo mês de Setembro - que é quando eles começam a amadurecer.
Os primeiros, são saboreados, com  uma espécie de cerimonial.
Depois, depois é uma farturinha!
Dá para a família,  para os vizinhos, e ainda para oferecer uns lindos pratinhos a alguns amigos.
É uma bênção!
São duas, as  figueiras.

O pior é quando Setembro chega ao fim...
Por exemplo, hoje, dia 4 de Outubro, andei a olhar, a olhar, e lá papei uns 3 ou 4.
Agora, é esperar por Setembro de 2018.
Como o tempo passa rápido, logo, logo, está aí.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Antes que chegue o inverno - Um poema de Gióia Júnior

Uma paisagem do Inverno na ilha de Uto  - Finlândia

Antes que chegue o Inverno

Ao amigo Rev. Daily Resende França

"Procura vir antes do Inverno."

  ( Timóteo 4:11)

«Paulo - já velho - , ao fim de longa caminhada, 
escreveu a Timóteo em versículo eterno:
Vem ter comigo, amigo, antes que chegue o inverno
 e a neve  que cair bloqueie a longa estrada.

Traze os rolos também -  não estamos sozinhos,
tendo os livros connosco, e a noite é muito fria. - 
Mas traze, especialmente, os velhos pergaminhos,
a Palavra de Deus  que aquece e alumia .

Vem, também, meu amigo - o Apostolo convida
dois milénios  depois -,  entrega a tua vida 
à Palavra de Cristo e à verdade da cruz!

Não te demores muito, exclama em tom fraterno,
vem ter comigo e, antes que chegue o inverno,
descansa no calor dos braços de Jesus! 

(Gióia Júnior - no livro - Orações do Cotidiano)

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Óscares do Turismo para Portugal!

Praia de Benagil - Lagoa - Algarve. Fonte da imagem:https://www.timeout.pt/lisboa/pt/ 
Paquete  atracado no porto de Lisboa.Fonte da imagem: http://sergiocruises.blogspot.pt


Portugal foi eleito pela primeira vez como melhor destino europeu, nos Óscares do Turismo.

Também foi considerado o melhor porto para receber paquetes  de Cruzeiros.

 Concordamos que tem toda a lógica que assim seja!

 Naturalmente,  serei suspeita... mas creio firmemente, que o nosso lindo e amado Portugal, tem  os  lugares mais belos do mundo.

domingo, 1 de outubro de 2017

Porque hoje é Domingo (459)


O JUGO DE JESUS

Naquele momento, Jesus exclamou: «Agradeço-te, ó Pai, Senhor do Céu e da terra, porque revelaste aos simples  estas coisas que tinhas escondido aos sábios  e entendidos. Sim, Pai, agradeço-te, por sido essa a tua vontade. Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém conhece o Filho   senão o Pai, e ninguém conhece o Pai senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
   Venham ter comigo todos os que andam cansados e oprimidos e eu vos darei descanso. Aceitem o meu jugo e aprendam comigo, que sou manso e humilde de coração. Assim o vosso coração encontrará descanso, pois o meu jugo é agradável  e os meus fardos são leves».

 (Ev. de S. Mateus cap.11:25 a 30)
 Na Bíblia para Todos

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

No próximo Domingo vamos todos votar

Fonte da imagem:https://www.rtp.pt/ 
AMIGOS:

No próximo Domingo têm lugar as Eleições Autárquicas.
É uma óptima oportunidade para escolher-mos  o Presidente da nossa  Junta de Freguesia,
o Presidente da nossa Câmara, e o Presidente da Assembleia Municipal.
 
Votar é  uma oportunidade! É um direito!
Mas, votar, é também uma responsabilidade! 
 Por isso, peço aos amigos que não fiquem em casa. 
Vão votar!

Poderão ser tentados a pensar que não vale a pena.
Que os candidatos são todos iguais e que fazem todos a mesma coisa,
que não se interessam pelo que é verdadeiramente importante.

Desafio-vos a não se deixarem vencer por esta ideia.
Vale sempre a pena votar!
 O Senhor Deus, quer que   respeitemos e colaboremos com  as autoridades constituídas.
Este ensino é muito claro na sua Palavra.

Então!

Vamos todos conscientemente votar!

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Sobre o cristão e o desemprego

As belas pêras da horta do meu amigo António.(Foto pessoal)

Sobre o cristão e o desemprego

Vivemos tempos difíceis no que diz respeito a "ter um emprego".
A propósito do assunto, reparto aqui com os amigos, um extracto de um texto da autoria do estimado Pastor Alan Pallister no livro -  "O Evangelho da Saúde e da Prosperidad." 

   «Quando a pessoa não consegue encontrar emprego dentro deste tipo de sociedade a situação é  muito pior ainda. Os cristãos, tal como as outras pessoas, podem atravessar  fases assim. É muito cómodo e pouco realista   dizer:  "Que trabalhem! Sempre há trabalho para quem quiser!"  Embora admitamos a existência de preguiçosos,  não admitimos que todos os desempregados o sejam. E não ignoramos o drama  de pessoas que se  têm que  sujeitar a trabalhos árduos e mal remunerados, por vezes em ambientes péssimos, quando a sua formação e as suas aptidões seriam  suficientes para poderem realizar trabalhos muito mais satisfatórios.

   Mas neste ponto os cristãos talvez tenham algumas vantagens. Em primeiro lugar os cristãos têm,  em relação aos seus  colegas descrentes uma consciência mais clara  de que qualquer situação em que se encontrem é temporária. Podem aceitar temporariamente um trabalho humilhante - na confiança  de que Deus honrará a sua honestidade e  dedicação. Os seus irmãos, ou outras pessoas, podem ver a sua sinceridade e esforçar-se por  providenciar situações melhores. Mesmo enquanto sofrem a dureza do trabalho ingrato podem fazê-lo "não servindo à vista,"  como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus." (Ef,. .6:6) . E podem ter a  consciência de que Deus os está  a preparar para situações melhores - o que dá motivação e um sentido de rumo à vida.»

    Muitas vezes Deus opera progressivamente para aliviar  a situação financeira dos seus filhos. Cada passo dado pode  em si parecer pequeno. Mas quando olhamos retrospectivamente para uma fase mais extensa da nossa vida, vemos que o caminho que percorremos está cheio de manifestações da misericórdia do Senhor.
   (Alan Pallister - no livro - O Evangelho  da Saúde e da Prosperidade)

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

A FLORESTA - Um poema de Rolêndis Solá Albuquerque

Uma paisagem de Mira-Sintra - Foto pessoal
 A FLORESTA

Manto verde ondulante,
És imenso e  verdejante,
Todo feito de árvores, 
sem casas e sem mármores.

No teu manto há pássaros,
Rios, fontes e riachos.
Floresta cheia de vida
E, à noite, adormecida.

Pedaço da natureza,
De raríssima beleza,
Para todos nós  és vida,
Sempre amada e querida.

O fogo é abrasador,
E com amargura e dor
O manto verde vai queimar,
Todo negro fica o ar!

O manto todo rasgado,
Jaz morto e apodrecido,
Para sempre, assim ficará?
Ou de verde, ressurgirá?

(Rolendis Solá Albuquerque - no livro - Poesia e Pintura)

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Do Grande Livro do AMOR

"Este céu sem nuvens," de Mira-Sintra (foto minha)
...há dois dias que pergunto a mim próprio,
a cada instante, se tanta felicidade não será um sonho.
Parece-me que o que sinto não é deste mundo.
Ainda não consegui compreender
 este céu sem nuvens.

Victor Hugo (1802 - 1855) para Adéle Foucher
   No Grande Livro do Amor de - Hellen Exley
Nota: Um presente do meu marido, no Dia dos Namorados de 2011 

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Muitos Parabéns ao neto Nuno pelos seus 14 anos!

Aqui nesta imagem, o Nuno tinha 5 anos!
Hoje,  vinte e cinco de Setembro de 2017, o Nuno completa 14 anos!
Está  um belo rapazinho!
Bom aluno na escola, já anda a "matutar" o que  deseja ser, na vida...
Quando  interroga o pai sobre isto, o pai Miguel responde:
Podes ser o que tu quiseres!
Com as capacidades que tens...é só escolheres!"

O Nuno, que é  muito amigo da avó Viviana, está sempre disponível para me "dar uma mãozinha"  ou "um ombrosinho"...para me ajudar a descer as escadas ou a caminhar na rua.
Pergunta com frequência:
"Avó, precisas de ajuda?"

Dou muitas graças a Deus pela vida do Nuno.
Quero-muito que o Senhor o abençoe e o encaminha e faça dele um homem de bem!

O Nuno crê em Deus e  tem fé!
Vai à Casa do Senhor desde que nasceu. 
Aprecia muito ir aos Acampamentos de Verão,  aprender novas coisas,  e conviver com outros  adolescentes.

Gosta de futebol e é...advinhem, de que clube?
Do Benfica!
De vez em quando o tio  Zé, seu padrinho, leva-o ao "Estádio  do Glorioso"... a ver jogos importantes.

PARABÉNS  Nuno!
Que o Deus da nossa família, te guarde, te guie e te abençoe

Um abracinho da avó!

domingo, 24 de setembro de 2017

Porque hoje é Domingo (458)


A travessia do Jordão  a pé enxuto.

«Josué  deu ainda estas ordens ao povo:
"Purifiquem-se, porque amanhã o Senhor fará no vosso meio coisas maravilhosas."...

...E quando o povo saiu das suas tendas para atravessar o rio, os sacerdotes que levavam a arca da aliança iam à sua frente.  Chegaram ao rio Jordão. Era no tempo das ceifas, quando o rio vai a transbordar pelas margens. Mas logo que os pés dos que levavam a arca tocaram na água, as águas que desciam  pararam e amontoaram-se como se fosse uma barragem, numa grande extensão até perto de Adam, localidade situada nas proximidades de Sartam. E as águas que desciam para o mar de Sal ficaram completamente separadas, de modo que o povo pôde atravessar. Isto deu-se perto de Jericó.
Os sacerdotes que levavam a arca da aliança do SENHOR conservaram-se de pé  sobre o leito do rio seco, enquanto o povo de Israel  ia atravessando a pé enxuto. Ali estiveram até que o povo  atravessou   o Jordão.»

(Livro de Josué cap. 3: 5 e 14 a 17)
Na Bíblia para Todos

sábado, 23 de setembro de 2017

Uma quadra inédita de Agostinho da Silva

O Filosofo e escritor português - Agostinho da Silva

"Fulano que bem conheço
é pior do que lacrau.
mas talvez se eu for melhor
se torne ele menos mau".

(Agostinho da Silva - no livro - quadras inéditas)

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Adeus Verão! Sê bem vindo Outono!

Esta plantinha, alegrou o meu jardim, desde a Primavera   até  a semana Passada, sempre  florida. 

Este arbusto, na base do qual vive a minha linda flor acima,  vai -  me alegrar no Outono e no Inverno.
                Plantado por mim, vindo da Quinta dos Arcos - Beira-Alta,  cresceu tanto que já ultrapassou o telhado da casa.
Gosto muito desta fotografia que lhe tirei!

Pois, o Verão está mesmo "a abalar"! (na linguagem saloia).
 Hoje, ás 20h02 vamos receber o Outono. 
Apraz-nos dizer: Adeus Verão!
Até para o ano se Deus quiser!
Ao que chega dizemos: 
Sê bem vindo Outono!

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Feliz aniversário! minha linda neta Clara

Fonte da imagem:http://aniversariofrases.com/ 
Hoje, a minha linda neta Clara faz sete anos!
 
Está bastante crescida e muito desenvolvida.
 Calma, tranquila, serena, mas muito "esperta"!
 É muito inteligente! 
Presta atenção ás conversas  em família, e habitualmente, dá a sua opinião sobre os temas tratados.
Tem o dom de desenhar.
Consegue fazer desenhos que são verdadeiras obras de arte!
E a maneira de usar e misturar as cores!?
Não se cansa de desenhar. e pintar.
Os seus presentes de aniversário para a família, são sempre belos desenhos!
 
Querida Clara:
A avó está muito feliz pelos teus sete anos! 
PARABÉNS, minha querida!
Um abracinho da avó
Que o Deus da nossa família, te abençoe, te guarde e te dirija.

Nota:

Também hoje, celebro o nascimento do meu saudoso e querido pai.
 
21 de Setembro de 1901.
Portanto, há 116 anos que nasceu.
Foi viver no céu, há já, longos 43 anos! 
O meu pai era um santo homem de Deus!
O melhor cristão que até hoje conheci.
Ah! mas quanto, quanto, agradeço ao Senhor por a sua vida e o seu exemplo!
Não  há nenhum dia que o não faça.

MUITO OBRIGADA SENHOR DEUS, POR O PAI QUE ME DESTE!
Que eu possa seguir o seu exemplo.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Feliz Aniversário! Amado Pastor António dos Santos

O Pastor António dos Santos -  meu mui amado Pastor.

Hoje, é um dia muito alegre para mim!
É o dia de aniversário do meu mui amado Pastor Santos.
Oitenta e  cinco anos! Uma linda idade!
Leva oito à minha frente...
Conheci-o, quando  eu tinha 13 e ele 21. Portanto, há já muito tempo.
Fui "ovelha do seu rebanho" na minha adolescência e  juventude. 
Quando "me casou",  há cinquenta e um anos,  fui viver para o outro lado do Tejo e congreguei-me com a Igreja local. Isso, não obstou a que o Pastor Santos continuasse a ser "o meu pastor". Ainda é!
E, tenho escrito, que acaso eu parta para o Senhor antes dele,  que quero que seja ele que dirija o serviço fúnebre.

Devo-lhe muito, muito.Para além de  tudo, que é tanto, devo-lhe sobretudo todo o carinho, amizade, estima e o amor cristão, que sempre  dele recebi.  O Pastor Santos, é para mim, uma das pessoas mais lindas que Deus colocou no meu caminho. Aquele sorriso permanente, a doçura das palavras, o olhar terno  e bom,  marcaram indelevelmente a minha vida. 
Estou em crer, que o bom Deus, a quem toda a vida serviu, lhe dará uma vida  bem longa.
É esse o meu desejo e a minha oração.

PARABÉNS! Muitos PARABÉNS! amado Pastor António dos Santos
O meu abraço carinhoso e fraterno
Desejo -lhe  bênçãos do céu, sem fim

terça-feira, 19 de setembro de 2017

UM POVO COM IDENTIDADE - Pastor Samuel Kimputo


«Um dos aspetos que diferencia a fé  bíblica das demais realidades religiosas é, sem dúvida, o seu embasamento histórico. Todo o enquadramento histórico do relato bíblico, com o envolvimento de sucessivas civilizações, de reis e reinos, de povos e nações, ao longo de séculos, confirma o seu carácter singular, em que o sobrenatural invade e penetra o tempo e o espaço, dirigindo os acontecimentos que, sem interrupção, se vão sucedendo.
Esta abordagem histórica, que envolve tensões, relacionamentos e dramas humanos, faz com que  a fé bíblica seja uma experiência essencialmente prática, e não um mero exercício contemplativo (ou místico)  que se esgota em meditações de busca de equilíbrio interior.


Uma verdadeira experiência bíblica de fé evidencia-se nas opções feitas e em decisões tomadas nas interações do dia a dia, onde o amor a Deus e ao próximo deve constituir o parâmetro pelo qual tudo  é analisado.
A salvação, portanto, deve ser encarada como uma operação de origem (e de carácter) sobrenatural, realizada pelo próprio Deus no âmago do ser humano, mas que implica uma experiência dinâmica e real de vida, que envolve todas as dimensões da personalidade, incluindo uma nova  e renovada perspetiva a partir da qual se avaliam todos os relacionamentos interpessoais.
É neste sentido que entendemos os constantes apelos feitos pelos escritores bíblicos às igrejas às quais dirigiram os seus escritos, desafiando os seus destinatários a demonstrarem, em termos práticos, e por meio de atitudes, comportamentos, ações e escolhas, a realidade e a eficácia da mudança (radical) ocorrida no interior do seu ser.
Por outras palavras, o desafio bíblico (aqui expresso por Paulo) encontra a sua versão mais acurada nas palavras de Tiago, que considera a falta de (boas) obras na vida de alguém como uma clara evidência de uma fé vaga, inconsequente e morta, que se circunscreve a um assentimento mental teórico e infrutífero, que não passa de uma simples confissão de fé (Tiago 2:14,17-20,26, cf. Tito 2:14; 3:8).
O desafio de Paulo, no nosso texto em análise, vai no sentido de que os crentes que constituíam a igreja em Éfeso deveriam andar (agir, proceder, comportar-se) de acordo com os valores da nova fé que tinham abraçado.

Ao dizer “...que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados”, Paulo, numa abordagem de grande sensibilidade pastoral, quis estimular os efésios ( e a todos os que são eficazmente chamados pelo Espírito Santo) a desenvolver um estilo de vida coerente com a sua fé, e a evitar qualquer espécie de “esquizofrenia existencial” reveladora de uma religiosidade defeituosa, que só confunde e é prejudicial.
No seio da igreja, onde impera uma  variedade de personalidades, de pontos de vista e de preferências, a coerência de vida deve ser nutrida pelas virtudes tais como: humildade (simplicidade assumida), mansidão (modéstia que se autorregula) e longanimidade (uma elasticidade de alma).
O exercício destas virtudes provocará, no seio da igreja, uma capacidade de apoio mútuo que, sob o alicerce do amor, fará com que a paz reine entre os irmãos, e a unidade seja mais e mais mantida e consolidada.
Que o Senhor permita que esta experiência seja uma realidade na vida de cada uma de nós. Soli Deo Gloria! »
(Pastor Samuel Kimputo - Set.de 2017)
 Igreja Ev.Bp. de Sete Rios - Lisboa


segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Aconteceu fez ontem 111 anos

A protagonista -  escritora inglesa Edith Holden

17 de Setembro de 1906

«Atravessei a remo o Loch Vennachar e merendei na outra margem. Os fetos das colinas começam a tingir - se  de amarelo e bronze. Os camponeses cortaram muitos e deixaram-nos a secar nas ladeiras.

Fetos do campo. Fonte da imagem: https://pt.wikipedia.org  

De longe vêm-se  grandes manchas vermelhas e castanhas.Ainda não  há nenhuma árvore a mudar de cor. Ao voltarmos para casa vimos um maravilhoso pôr-do-sol  do outro lado do lago. A luz reflectida que dava nas colinas orientais oferecia um espectáculo soberbo: Viam-se todos os matizes do dourado, do vermelho e do castanho, que iam escurecendo até ao amora e ao cinzento da base das montanhas.
Sobre toda a superfície do lago havia um estranho pó dourado. Pensamos  que podia ser o pólen da urze arrastado até lá pelo vento.
 A bela for da urze. Fonte da imagem: rouxinoldepomares.blogs.sapo.
(Edith Holden - no livro - A ALEGRIA DE VIVER COM A NATUREZA )

domingo, 17 de setembro de 2017

Porque hoje é Domingo (457)


   «Enfim, irmãos, já receberam de nós orientação sobre o caminho que devem seguir para agradarem a Deus. Pedimo-vos vivamente em nome do Senhor Jesus que continuem por esse caminho, como têm feito até aqui, para progredirem cada vez mais. Lembram-se das orientações que vos demos da parte do Senhor Jesus. A vontade de Deus a vosso respeito é que vivam em santidade, afastados da imoralidade. Que cada um saiba usar com dignidade e honra o seu próprio corpo. Não se deixem levar pelos maus desejos como fazem aqueles que não reconhecem Deus. Neste ponto  ninguém deve fazer mal ao seu irmão, nem prejudicá-lo. Como já vos tínhamos dito e avisado, o Senhor castiga duramente  todos esses pecados. Pois Deus não nos chamou para a imoralidade mas para vivermos em santidade. Portanto, aquele que desobedece a estes preceitos não é a um homem que desobedece, mas sim a Deus,  que vos dá o seu Espírito Santo.

   Mas no que se refere ao amor pelos irmãos, já nem precisam que vos diga nada, pois têm-se deixado guiar por Deus no amor uns pelos outros. E o vosso amor fraterno estende-se até aos irmãos  que vivem em toda a Macedónia. Mas exortamo-vos, irmãos, a progredirem cada vez mais. E procurem viver em paz, resolvam os vossos assuntos e trabalhem com as vossas próprias mãos como vos recomendámos. Assim serão estimados pelos de fora e não terão necessidade de mais ninguém.»

(Ep. de S. Paulo aos Tes. cap.4:1 a 12) 

 Na Bíblia  para todos

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Enfermeiros - que belo exemplo de civismo e educação!

 Enfermeiros manifestando~se -Hospital de São João, Porto
Foto Manuel Araújo/Lusa

Enfermeiros de Portugal

Os enfermeiros portugueses estão em luta, pela dignificação e valorização, do seu inestimável trabalho. Desde o ano de 2009, quando o governo português "suspendeu" a sua carreira profissional, que vinha sendo criteriosamente cumprida há dezenas de anos - eu sou testemunha -  os enfermeiros  foram completamente esquecidos e  desvalorizados, por quem tinha a obrigação de  repor a sua carreira e zelar pelos direitos subtraídos .

No ano de 2002, eu aposentei-me,  no  topo da minha carreira - escalão 8! Foram totalmente respeitados os meus direitos e, sempre, sempre, me senti valorizada   e dignificado o meu trabalho.
Por isso, hoje, ao aperceber-me da situação de profunda injustiça e total desprezo,  a que os enfermeiros estão votados por os nossos governantes, indo ao ponto   de os injuriarem  e negar dialogar com eles, eu sinto uma imensa revolta e tristeza.

Emociono-me, ao ver a sua postura, tão bela, tão educada, tão digna!
Que pessoas lindas são os enfermeiros A sua vibrante juventude, a sua alegria,  o seu zelo pelos seres humanos que cuidam - como dizia hoje uma enfermeira - do inicio ao fim da vida, da pessoa humana.
Ajudam-nas a nascer! Ajudam-nas a morrer!  Estão sempre lá! dia e noite! 24 horas por dia.

Sinto orgulho por eles.

Ao  vê-los na sua luta, pela dignificação e respeito, vêm-me à memória esta imagen, que têm 53 anos!

Eu, no dia 08 de Dezembro de 1964, recebendo o meu diploma, das mãos do Director Geral de Saúde - Dr. Coriolano Ferreira. -  ABENÇOADO  DIA!

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Um poema de José Gomes Ferreira

O Poeta José Gomes Ferreira. Fonte da imagem: https://ocaisdamemoria.com/

        Entrei no café
com um rio na algibeira

Entrei no café com um rio na algibeira
e pu-lo no chão,
a vê-lo correr
da imaginação...

A seguir tirei do bolso do colete
nuvens e estrelas
e estendi um tapete
de flores
 - a concebê-las.

Depois, encostado à mesa,
tirei da boca um pássaro a cantar
e enfeitei com ele a Natureza
das árvores em torno
a cheirarem ao luar
que eu imagino.

E agora aqui estou a ouvir
a melodia sem contorno
deste caso de existir
 - onde só procuro a Beleza
para me iludir
dum destino.

(José Gomes Ferreira )

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Este Verão preferi os pêssegos


Este Verão preferi os pêssegos. Praticamente, como um ou dois todos os dias.
A fruteira está cheia de uma variedade de fruta, mas  eu "atiro-me" aos pêssegos.
Em criança, comi bastantes,  ainda meios verdes...Lembro-me dos "pêssegos da tia Beatriz".
Era uma vizinha, amiga da minha família, que tinha uma quintazinha perto da nossa casa, aonde abundavam as árvores de fruto. O que mais havia eram ameixas, das vermelhas e também das amarelas, mas pêssegos também havia muitos. Sorrio, ao recordar que a "tia Beatriz" atou um cão de guarda, no tronco de um pessegueiro novo, que era o que produzia os melhores pêssegos. Eu, e o meu irmão, não achámos muita graça.

Pois bem, cresci, e  aprendi a gostar de outras frutas, como as maçãs e os figos.
Mas então porque preferi os pêssegos este Verão?
Acontece que aqui pertinho de casa há um pequeno supermercado, que pertence a uma jovem que cresceu com os meus filhos aqui em Mira-Sintra. Os pais, foram viver para uma quinta do outro lado do Tejo, onde produzem vários legumes e frutas, que a filha vende aqui no supermercado. Acontece que nos habituámos há muitos anos a fazer as compras "na Maria João"...e embora tendo uma loja Lidl em frente...só vamos lá buscar o que a Maria João não tem.
Pois bem, este verão, ela começou cedo, no princípio da época, a vender entre outras frutas, laranjas e pêssegos, ambos excelentes.
Naturalmente, serão bem regados e bem cuidados, e daí, o explica-se que sejam tão saborosos e sumarentos.

E, já agora, que falamos de pêssegos, vou lembrar alguns dos seus muitos benefícios para a saúde:

Os pêssegos são muito antigos. Conhecem-se   desde cerca de 1000 anos antes de Cristo.
Parecem serem naturais da China.
Sabe-se que as noivas se adornavam com  as belas flores do pessegueiro

São um alimento excelente, ricos em:
Cálcio, ferro, magnésio, fosforo, potássio e sódio. Vitamina B1, B2, B6, Vitamina C e vitamina E.
É um poderoso anti-oxidante e um óptimo diurético. Adequado para quem quer perder peso.
Para além disto, têm um grande valor nutritivo.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

"AOS PROFESSORES"

PROFESSORES:

   "Nós jovens e vossos alunos, pedimos-vos que se juntem a nós.
Vamos fazer algo para impedir que a guerra chegue ao nosso país e que não continue nos outros países onde já existe.
   Nós, jovens, como mais novos, pedimos-vos que nos dêem conselhos, nos ajudem a combater esta contagiosa doença que é a guerra.
   Façam algo por este belo País que, por enquanto, ainda não está em guerra nem tem programas nucleares.
   Se gostam de ver morrer pessoas à fome, presas, cravejadas de balas dos tiros destas malfadadas  guerras, tudo bem! Deixem-se estar  sentados atrás  de uma mesa a dar aulas, mas, depois não se queixem que nós jovens não nos preocupamos, que fomos egoístas, que só pensámos em nós!

   No fundo, os egoístas são aqueles a quem pedimos ajuda, e não se preocupam em dá-la. É por essa razão que milhares  e milhares de pessoas sofrem as consequências  desta indiferença.
   Peço ajuda, e ao mesmo tempo ofereço  a minha, para que todos juntos possamos contribuir para que cada vez mais   haja paz em todo o mundo.

   Acabem com a guerra!

   Professores, ajudem-nos...»

(Ana Maria Nunes Marques, 16 anos, 9.º - E)

No livro - PALAVRAS DE PAZ

Uma experiência pedagógica pela paz.
Esc. Sec. Santa Maria - Sintra 1987

  Nota pessoal:
A Ana Maria terá hoje 46 anos.
O que pensará ela da paz no mundo actual?