domingo, 19 de fevereiro de 2017

Porque hoje é Domingo (428)


«O Senhor é justo e compassivo,
o nosso Deus é misericordioso.
O senhor protege os indefesos;
quando eu estava sem forças, ele livrou-me.
Ò minha alma,  tem confiança,
pois o Senhor foi bom para ti.
Ele livrou-me da morte;
Parou as minhas lágrimas e impediu a minha queda.
Por isso, andarei na presença do Senhor.
no mundo dos vivos.»

(Salmo 116:5 a 9)

 Na Bíblia para Todos

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Sonha! Sempre - Um poema de Edite C.C.Pereira

Um lindo e prometedor pinheirinho-

SONHA!  SEMPRE

Amigo:
Se a vida não faz sentido,
se te sentes abatido
e já não sabes viver,
mesmo com a alma a chorar
e o coração a doer,
nunca deixes de sonhar!

Amigo:
Ás vezes o céu nublado,
feio, triste e molhado,
promete um dia chuvoso;
e só saber esperar.
Vem aí o sol radioso,
munca deixes de sonhar!

Amigo:
Vê o céu  e as estrelas
brilhantes em noites belas.
Vê o que é bom neste mundo,
contempla as ondas do mar.
Sai desse abismo profundo.
Nunca deixes de sonhar!

Amigo:
E mesmo que a ilusão
que te enche o coração,
esteja p´ra sempre perdida,
continua a esperar
porque há sempre uma saída.
Nunca deixes de sonhar!

Amigo:
Vai nascer um novo dia.
Terás de novo alegtia,
agarra bem a esperança.
Só porque quisesre olhar
voltaste a ter confiança.
Nunca deixes de sonhar!

(Edite C.C. Pereira - no livro - Lágrimas e Sorrisos)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O musaranho - segundo Edith Holden

Um musaranho - Fonte da imagem: https://commons.wikimedia.org

«O musaranho vive em túneis subterrâneos que ele mesmo cava na terra. Alimenta-se de insectos e vermes, e, quando procura comida, fá-lo ajudado pelo nariz flexível e comprido. O musaranho não suporta muito a fome e é incapaz de resistir a um jejum prolongado. Diz-se  que muitos  dos musaranhos que costumam encontrar-se mortos nos caminhos e veredas, ao chegar o  Outono, morrem de fome pelo facto de as minhocas terem penetrado demasiado  fundo na terra e os insectos terem desaparecido nos seus esconderijos de Inverno.
É provável que o facto de o musaranho morto não ser aproveitado como alimento pelas doninhas, corujas, etc., seja devido ao cheiro intenso que emana.
Antigamente, este bonito e inofensivo animal suscitava medo e ódio supersticiosos entre os camponeses.»

  (No livro - A Alegria de viver em contacto com a Natureza - de Edith Holden - 1906)

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Hoje de manhã, eu e a minha vizinha da frente

Pôr-do Sol em Mira-Sintra - foto minha.
 Vim morar nesta casa, em Mira-Sintra, há 42 anos.

Escolhemos ficar no terceiro andar  direito´.
Quando chegámos, estava a instalar-se, chegada há pouco, "a minha  vizinha da frente" - a Dª  Amélia que, tal como eu, tinha os filhos pequenos.
Desde a primeira hora , nasceram entre as nossas duas famílias, bonitos e duráveis laços de respeito e amizade, que perduram até hoje, muito aumentados ...por estes 42 anos de uma agradável e boa  convivência.

Entre as coisas bonitas que nos unem, está o hábito de dividir-mos  frutas, legumes, flores, e várias outras coisas que nos são ofertadas  por amigos.
No último Domingo, recebi muitos limões e laranjas criados na  zona do Oeste, - terra da famosa e saborosa Pera - Rocha.
Pois bem, tal como habitualmente, coloquei num cestinho,  alguns limões - enormes...e algumas doces laranjas, que em nada ficam atrás das do Algarve. Peguei no cestinho, bati à porta e, lá apareceu sorridente a Dª Amélia. Ficou muito contente e muito agradecida.

Eu tinha a porta aberta e estava em cima da mesa da sala, um belíssimo arranjo floral, de rosas vermelhas num vasinho, que  me foram oferecidas por o Jorge, meu marido, ontem...dia de S. Valentim ou, dos Namorados.
Estamos casados há 50 anos e nunca o Jorge deixou passar um destes dias festivos, sem me ofertar flores,  sempre acompanhadas de um lindo e apropriado cartão.
Pois bem, quando vinha a entrar, lembrei-me de mostrar à Dª amélia, essas flores. Ela achou-as lindas!
E, pesarosa, disse-me que o marido não tinha esse hábito de lembrar o Dia de S. Valentim. Porém, quis mostar-me um pequeno quadro de madeira, com um pensamento, que ela sempre gostou muito, e que lhe foi oferecido por o marido há muitos, muitos anos.
Passou-mo para as mãos e eu, li e fiquei encantada com a beleza do pensamento.
Achei-o tão lindo que o desejei partilhar aqui neste espaço  com os amigos.

           «O SOL  PÔS-SE... MAIS UM DIA QUE PASSOU.
  NÃO TENHO A CERTEZA SE FIZ TUDO O QUE DEVIA...
...MAS TENHO A CERTEZA QUE FIZ O MAIS IMPORTANTE!

                      LEMBREI-ME DE TI »

                  Não tem o nome do autor.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Dez anos da Lei sobre a despenalização Voluntária da Gravidez até ás 10 semanas

Fonte da imagem: http://www.verfotos.net.

Dez anos de vigência da Lei da Interrupção Voluntária da Gravidez - 
 - 11 de Fevereiro de 2007 - 11 de Fevereiro de 2o17

   160.000  abortos provocados - 160.000 meninos mortos

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Porque hoje é Domingo (427)



«Portanto, procuremos  ser adultos e deixemos esses ensinamentos  mais simples. Não vamos agora começar outra vez com os primeiros fundamentos da doutrina, tais como:  nessecidade de arrependimento,  abandono das obras inúteis, fé em Deus,  doutrinas acerca do baptismo, imposição das mãos,  fé na ressurreição dos mortos,  e julgamento eterno.  E é isso que havemos de fazer, se Deus assim o permitir.Ora é impossível que aqueles que uma vez  receberam a luz de Deus, participaram do Espírito Santo, experimentaram o gosto da  palavra de Deus e sentiram as maravilhas do mundo do futuro, sim  é impossível que esses que abandonaram a fé  sejam novamente trazidos ao arrependimento. É que eles crucificam de novo o Filho de Deus com as suas próprias mãos e expoem-no publicamente  à injúria.

São como a terra que absorve a chuva sempre que chove. Se essa terra produz plantas úteis aos que trabalham, é abençoada por Deus. Mas se a terra apenas produz espinhos e cardos, então  não presta para nada. Será amaldiçoada por Deus e por fim será queimada..

Mas, embora falemos assim, queridos amigos, estamos certos de que as melhores coisas vos esperam , que têm a ver com a salvação. Ora Deus não é injusto. Não se esquece do vosso trabalho nem do amor que mostraram por ele, ao atenderem,  como ainda atendem,  ás necessidades dos outros irmãos na fé.  Fazemos ardentes votos para que cada um de vós mantenha a sua dedicação até ao fim, de modo que todos possam alcançar tudo aquilo que esperam. Não queremos que se tornem preguiçosos, mas antes que sigam o exemplo  daqueles que, pela  sua fé e perseverança alcançam a herança que Deus prometeu.»

  (Ep. de S. Paulo aos Hebreus 6:1 a 12)
   Na Bíblia  para Todos

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Aconteceu faz hoje 111 anos

O Diário de Edith Holden - em português
Dia nove de Fevereiro de 1906

«De noite nevou e, esta manhã, deparámos  com uma paisagem branca. Até agora, neste inverno, munca tinha nevado tanto. Retirei a neve de uma parte  da  relva e depois deitei na clareira pão e arroz. Veio uma multidão de pàssaros. Também instalei metade de um coco, sustentado pot três paus, e em dado momento havia oito melharucos ao mesmo tempo. Em várias ocasiões travaram entre si terríveis batalhas. Um  minúsculo chapim apossou-se do coco e sentou-se  no centro, mostrando uma atitude de desafio para com todos os demais. Era divertidíssimo vê-lo agachado na concavidade fazendo fintas e ciciando a um chapim- real, muito maior  que ele, que se lhe acercava de asas e bico abertos.

     Esta manhã  houve um eclipse parcial da  lua, visível ás cinco e cinquenta e sete minutos. Ás oito da noite, a lua estava rodeada de uma  auréola maravilhosa com as  cores do arco-íris, perfeitamente visível e muito brilhante.»

(No livro - A Alegria de viver com a Natureza - de Edith Holden) 

E agora, acrescento eu, estes dois belos passarinhos de que fala o texto:
               
Um abelharuco. Fonte da imagem:http://pescadordeaves.blogspot.pt   

     
 Um lindo chapim azul . Fonte da imagem: http://www.serradaestrelaselvagem.org/galeria-de-imagens/